17 de setembro de 2012

Tribunal Constitucional = DECO

O Tribunal Constitucional tornou-se hoje em dia na DECO dos ilustres cidadãos que não concordam com a austeridade.

Aumentar os impostos?  Inconstitucional
Cortar nas reformas?     Inconstitucional
Cortar nos salários?       Inconstitucional

Perguntamos nós:

Que medidas legais e constitucionais estão ao dispor do governo para que consiga reduzir a despesa em, pelo menos, 10 mil milhões de euros? Já nem falo nos 30.

Resposta:
Aparentemente, poucas ou nenhumas. Era nas "gorduras" que residia a esperança na resolução dos problemas. Cortar nos carros, nos deputados e nas PPP's ajuda, mas em termos relativos é residual.

Pergunta:
E para quando a alteração da Constituição?

Se repararem, não ouvimos ninguém (corrijam-me se estiver enganado) da esquerda à direita, de opinion makers a economistas, passando por jornalistas, a sugerir esta ideia.

Que tem ela de tão estapafúrdio que nos está a escapar à compreensão?

Tiago Mestre

4 comentários:

Anónimo disse...

A constituição é uma vaca sagrada.

Pedro Rocha disse...

Por acaso ainda hoje li, já não sei aonde, que com azar para proteger o importante vamos perder o essencial. Vai ser triste.

deathandtaxes disse...

A constituição, tal como é interpetrada aqui em Portugal, é como os alicerces e pilares de um edificio.
Como bem sabemos, os arquitetos(assembleia constituinte) não eram bons. O construtor, era aldrabão, e poupou no aça do betão armado. As paredes estão a cair, e... já só nos resta a implosão!
ainda há muitos por aí, que preferem ter um prédio devoluto...

vazelios disse...

Também já me fiz essa pergunta várias vezes.

Todos refilam, todos pedem, todos mandam a sua boca, mas no fim, não se pode fazer nada.

Nada a não ser aumentar impostos.